História

Em 1998, um grupo de funcionários públicos municipais de Ourinhos, com o objetivo de fortalecer e unir a categoria em prol dos seus direitos, decidiu criar uma entidade para representar a classe. Surgiu então a Associação Profissional dos Servidores Públicos de Ourinhos. Na época, a associação recebeu uma área do então prefeito Clóvis Chiaradia para construção da primeira sede da entidade, localizada no Jardim São Silvestre.

A fim de ter maior representatividade e organização, foi criado no dia 14 de fevereiro de 1990, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos de Ourinhos que, através de seu estatuto, ficou legalmente constituído para exercer as funções como entidade..

O Sindicato iniciou sua trajetória em uma sede provisória na avenida Altino Arantes. Nos primeiros anos, passou por vários endereços, como nas ruas Antonio Carlos Mori, Gaspar Ricardo e rua Chavantes. Na atual gestão, o Sindicato foi reorganizado na sede da CUT, na avenida Jacinto Sá e, no dia 15 de dezembro de 2011, a entidade inaugurou a sua sede própria, em um prédio com instalações modernas na Vila Perino, sendo uma das principais conquistas da diretoria, com a participação dos municípios da base territorial.

Ao longo dos anos, a entidade passou por inúmeras estruturações e elegeu novas diretorias. Um dos principais objetivos do Sindicato hoje é atuar em busca de melhores condições de trabalho para a classe, bem como maior valorização do funcionalismo público de Ourinhos e região.

Atualmente, o Sindicato representa o funcionalismo municipal de 19 municípios: Ourinhos, Álvaro de Carvalho, Alvinlândia, Barão de Antonina, Bernardino de Campos, Campina do Monte Alegre, Campos Novos Paulista, Canitar, Chavantes, Duartina, Gália, Ibirarema, Ipaussu, Lupércio, Ocauçu, Oscar Bressane, Ribeirão do Sul, Salto Grande e Ubirajara.